Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Nas três últimas semanas as nossas conversas são um filme quase repetido que, velhaco como sou, uso para descobrir a resposta que tanto procuro. Sentado a seu lado, comporto-me agora como um realizador de cinema ou teatro, registo os diálogos no meu caderninho preto negro como eu dentro, anoto todas as respostas do meu pai a todas as perguntas que lhe faço. Em cada um dos diálogos do meu argumento faço múltiplas perguntas ao meu pai, apenas ligeiramente diferentes umas das outras, e depois analiso todas as variantes de resposta. O meu pai não sabe. Quando descubro que a minha história foi parar a um beco sem saída volto atrás e recomeço.

 

Encho folhas e folhas com diagramas e linhas de carvão que ligam perguntas a respostas que depois ligam a outras perguntas, e por ai adiante. O meu pai não sabe. Sou velhaco e apenas aquilo que procuro me interessa. O tempo corrói. Amo o meu pai e ele ama-me a mim, apesar de ele não saber quem tem na sua frente. Olha-me como quem olha um filme que decorre numa televisão de uma montra de uma loja de electrodomésticos. Seguro-lhe novamente na mão, Apesar de tudo, fomos felizes, não fomos, pai? Ele olha-me, incerto, diz-me, desta vez, Depende, onde está a tua mãe?

 

É trágico que cheguemos ao pináculo da sabedoria nas vésperas da morte. Porém, também é certo que me seria insuportável persistir um dia mais que fosse sabendo que não há mais montanhas para trepar. Anoto no meu caderninho preto a resposta a esta pergunta, é a primeira vez que ele menciona a minha mãe, de algum modo sinto que me aproximo do pináculo da minha sabedoria

 

(Não Levo Saudade)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42



Livros e Contos


Com o meu pai aprendi que cada palavra é preciosa. Dizia-me frequentemente, com um sorriso desafiador, Cada palavra é preciosa! A verdade tem uma direcção mas não um destino (não te esqueças). Tudo o que eu digo é mentira, vê se descobres... Nunca descobri a verdade escondida naquelas palavras preciosas.

Disponível em
iBooks, Google Play, Kobo, Kindle











Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Mais sobre mim

foto do autor