Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Raiva

por P. Barbosa, em 03.09.08

A raiva é o único sentimento capaz de me dominar. Fico cego, perco o controlo do que faço, executo as maiores loucuras. Transforma-me no pior dos seres humanos. Eu sei disto, mas nunca consigo controlar a raiva quando ela nasce.

Ela surge, quase exclusivamente, por causa de outras pessoas. Por causa do que os outros fazem ou deixam de fazer.

Em certas situações quase que a consigo prever. Sei que vai acontecer, mesmo que tente me controlar ao máximo.

Hoje descobri que um cliente meu executou um acto de vingança contra mim, causando-me prejuízo. Tudo porque não foi subserviente para além de todos os limites. Não interessa o que foi, apenas o porquê. Foi uma vingança da pequenez, feita por aqueles anões que se colocam em pedestais, com uma tabuleta por baixo que diz “Eu Sei Tudo”.

Odeio seres pequeninos. Sou sincero, enquanto escrevo isto desprezo a raça humana, a mim próprio. Não merecemos o que somos.

E, ainda esta semana, vou-me encontrar com eles, por um outro motivo. E vou ter de fingir que não sei nada, ou não. Sei que basta uma palavra, um movimento de lábios mais cínico e vou perder a cabeça.

Quero ser cínico também, mas a raiva leva sempre a melhor.

Vou ficar acordado a noite toda a matutar nisto. Sei que vou.

Quero ser um verme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:23


9 comentários

Imagem de perfil

De A Filha da Mãe a 04.09.2008 às 12:57

Às vezes até coisas mais simples parecem impossíveis de controlar, quanto mais a raiva... O homem é um animal de impulsos "lixados"..

=/
Imagem de perfil

De P. Barbosa a 04.09.2008 às 17:31

E sinto que estou a ver um filme, um cavaleiro sentado no bicho, que tenta controlar o seu cavalo descontrolado.


Imagem de perfil

De Silvéria a 05.09.2008 às 17:07

A mim o que me domina é a impaciência... e antes perder a paciência que guardar as coisas para mim e acumular coisas que me apetecia dizer e não disse!
Imagem de perfil

De P. Barbosa a 05.09.2008 às 22:14

Acho que somos todos salganhadas diferentes destas coisas, em quantidades diferentes, como aqueles cozinheiros que juntam os ingredientes ao calhas, e umas saem mais salgadas e outras mais doces.

Eu, desde que não me chateiem, sou o mais dócil dos animais. Tenho paciência infinita.
Imagem de perfil

De Artemisa a 05.09.2008 às 18:02

:) [sorriso matreiro]

Também odeio as pessoas da tal tabuleta 'Eu sei tudo'. No fundo, uma vez por outra todos o sentimos, mas há quem exagere, e esses tiram-me do sério.

Eu costumo controlar-me relativamente bem. Normalmente só se mostra uma expressão feroz no olhar que nem toda a gente compreende. Devo ter uns olhos poucos expressivos! ;)

E, se te é impossível controlar, talvez seja melhor procurares ajuda de alguém que perceba do assunto. (Acho que há quem trate disso...)

Um beijo
Imagem de perfil

De P. Barbosa a 05.09.2008 às 22:17

É impossível de controlar, porque desapareço. Outra coisa assume o meu lugar. Acho que essa outra coisa não quer tratamento.
Imagem de perfil

De Artemisa a 05.09.2008 às 22:52

Mas não é essa outra coisa que decide. :)
Imagem de perfil

De P. Barbosa a 06.09.2008 às 01:04

hummm, essa é a pergunta do 1.000.000 €

Comentar post



Livros e Contos


Com o meu pai aprendi que cada palavra é preciosa. Dizia-me frequentemente, com um sorriso desafiador, Cada palavra é preciosa! A verdade tem uma direcção mas não um destino (não te esqueças). Tudo o que eu digo é mentira, vê se descobres... Nunca descobri a verdade escondida naquelas palavras preciosas.

Disponível em
iBooks, Google Play, Kobo, Kindle











Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Mais sobre mim

foto do autor