Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ideologias e Idiotas

por P. Barbosa, em 28.12.14

Estão bem umas para os outros.

 

Merecem-se. A ideologia perfeita não tem ideal. Ideal é sinal de fraqueza, prova de que o pensamento necessário não foi completamente executado.

 

Ideologias, teologias, manias; preguiças, conveniências do homem e dos seus ocultos desejos; arranja-lhe os pensamentos, ideias, convencimentos, bulas e mestrados para justificar o que já foi pensado (cospe para o lado).

 

Achamos por bem que sim, que a ideia é boa; boa porque nos convém. Nenhuma ideia desagradável e boa foi ainda inventada, estranha coincidência. Que fazer, então?

 

Os que pensam diferente gritam palavras de ordem e levantam o punho. Erguem barricadas e puxam do gatilho; pensam como toda a gente.

 

E alguns, poucos, apenas encolhem os ombros e seguem em frente: que se atulhem na merda que jorra de um lado e do outro da barricada. Subirei ao topo do monte mais branco e assobiarei para o lado para disfarçar o vento gelado que me queima a pele.

 

Ideologias e idiotas: quem as não tem?

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:12

Desejos para 2013

por P. Barbosa, em 01.01.13

Que não falte coragem e vontade aos Portugueses, tudo o resto é acessório. Estamos onde estamos porque as nossas ambições foram esmagadas por especuladores sem moral, ladrões sem justiça, políticos sem responsabilidade.

 

Peguemos novamente nas nossas ambições (não custa nada) e dêmos alento à nossa vontade, à nossa iniciativa, à nossa capacidade; sejam elas grandes ou pequenas; um passo de cada vez.

 

Que não nos falte capacidade para ouvir e dialogar uns com os outros. Sem frontalidade e um mínimo de confiança mútua, seremos nada, hoje e amanhã.

 

Bom 2013

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:16

(really) Bent Objects (a minha favorita)

por P. Barbosa, em 29.02.12

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:02

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:20

Conselho de amigo #1

por P. Barbosa, em 16.11.11

 

 

Se ficas dócil, logo ganhas um

dono

 
(tal como o gado)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:53

Números de hoje: O «estado» vai gastar 79biliões em 2012, vai «arrecadar» de impostos 72B, isto tudo num país que vai ter um PIB estimado de 159,7B. 

 

O «estado» vai «sugar» quase metade da riqueza do país para sustentar a sua existência e, não sendo suficiente, vai ter ainda de pedir emprestado mais 7B.  

 

Tornámo-nos, finalmente, num estado leninista. Vivemos debaixo de uma ditadura que se entretém com planos quase-quinquenais. Cumpriremos, finalmente a constituição, para "...abrir caminho para uma sociedade socialista..."

 

A República sempre foi uma farsa, a nossa democracia sempre foi uma farsa, a economia de mercado em Portugal sempre foi uma farsa. Desde sempre o mesmo padrão: Na monarquia, na Primeira República, no Estado Novo, na democracia pós 25 Abril.

 

Sempre o mesmo padrão: uma autoridade central que detém o poder político e a maior parte do poder económico, uma corte que adula esse poder e do qual retira privilégios, um resto que se amanha e conforma; Isto nunca foi liberdade.

 

A verdade é esta: somos um povo pobre de recursos e espírito. Acomodamo-nos com pouco. Preferimos o peixe oferecido, mesmo que já rançoso, do que ter de pescar peixe fresco. Vivemos monos sobre os escombros de dois séculos fantásticos que acabaram quinhentos anos atrás.

 

Chamamos democracia, liberdade e economia de mercado a tudo isto que temos, mas é tudo uma farsa, são apenas palavras nobres inventadas para nos enganar. É impossível ser-se livre quando mais de metade do meu esforço não me pertence. É impossível ser-se empreendedor quando a economia está nas mãos de um. É impossível ser-se democrata quando a democracia não existe entre nós.

 

Ou adulo ou luto.

 

Lutemos, então.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:19

Como apanhar um mentiroso...

por P. Barbosa, em 14.10.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57

O Vencedor das Eleições de Domingo?

por P. Barbosa, em 01.06.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15

Open-sourced blueprints for civilization

por P. Barbosa, em 17.05.11

A internet ao serviço do conhecimento. O conhecimento ao serviço da sustentabilidade e autonomia individual e colectiva: liberdade.

 

Parece pouca coisa, mas é brilhante na essência.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38

Jerónimo x Portas

por P. Barbosa, em 07.05.11

Portas é um político astuto, e inteligente. Ontem vi-o desmantelar, com mestria sub-reptícia, uma das tácticas que mais me irrita nos partidos de esquerda (fundamentalmente no PCP e BE, a espasmos, no PS): a cultura dos «Bons» contra os «Maus».

 

A retórica de combate do PCP (por ingenuidade) e do BE (por astúcia) é a de que a direita são os «Maus da Fita», e eles são os «Bons da fita». É a mesma táctica que é usada por líderes sindicais (os políticos da 2ª divisão) e por uma panóplia de outros representantes do nosso «grande» ecossistema de lobbys, «líderes» e «representantes».

 

Nunca lhes ocorreu, ao PCP (por imobilidade ideológica), e ao BE (como estratégia de sobrevivência ideológica), que não há verdades absolutas, que todas as opiniões são válidas até prova em contrário, e o que interessa são os resultados, não as ideologias.

 

Revela (no PCP), a meu ver, falta de entendimento daquilo que é a democracia moderna e (ao BE) desrespeito (com alguma razão, verdade seja dita) pela inteligência da população.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:58


Livros e Contos


Com o meu pai aprendi que cada palavra é preciosa. Dizia-me frequentemente, com um sorriso desafiador, Cada palavra é preciosa! A verdade tem uma direcção mas não um destino (não te esqueças). Tudo o que eu digo é mentira, vê se descobres... Nunca descobri a verdade escondida naquelas palavras preciosas.

Disponível em
iBooks, Google Play, Kobo, Kindle











Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Mais sobre mim

foto do autor